É isso

Acabei de chegar do cinema e fui ver “This Is It”, documentário feito com cenas dos bastidores do que seria a última turnê de Michael Jackson. Posso dizer, de verdade, que estou meio sem fôlego. O longa não é piegas e é muito interessante ver o processo de criação de um show – especialmente um dele.

Ele começa com “Wanna Be Starting Something”, uma música que nem gosto muito, mas perfeita para a introdução. Mais para frente tem “They Don’t Care About Us”, e é curioso ver como MJ é obcecado – no melhor sentido da palavra – em associar essa canção com marcha e soldados.

Todas as projeções do show, que apareceriam no telão, foram finalizadas e essa é particularmente interessante. Mas não mais que a de “Smooth Criminal”, que coloca o cantor interagindo com os personagens de “Gilda”, filme de 1946 dirigido por Charles Vidor. Além de muito bem feito, a coreografia é impecável.

Em “The Way You Make me Feel” vemos que Michael ainda tinha voz. Fazendo dueto com uma de suas backing vocals, ele mostra muita habilidade. O fascínio dos dançarinos por ele é incrível. Todos acompanham os ensaios, mesmo as partes que não estão no palco, com brilhos nos olhos. Aliás, são os comoventes depoimentos deles que abrem o filme. Mas lembrando que nenhuma ceninha foi feita depois da morte de Jackson, ou seja, não há apelação sentimental. São apenas cenas de franqueza e admiração.

Um adorável momento é quanto o rei do pop volta no tempo e, com muitos vocais de apoio e um telão colorido, mescla clássicos do grupo Jackson 5. Mas uma das coisas irritantes é que Michael sempre termina as músicas de forma inacabada. Se ele não tivesse se tornado um ícone da assexualidade na sua pior forma, diria que ele é fã de preliminares. Demora muito para começar a música propriamente, com uma longa introdução. Depois, enrola bastante para finalizá-la, com vários truques e batidas e paradas e repetições. Fica previsível. Mas nada é mais irritante do que a mocinha do meu lado comentando com o namorado sobre o nariz dele. Poxa, não é hora disso!

Das habilidades dele como dançarino ninguém nunca duvidou. Mas bem sabemos que Sr. Jackson era um jovem senhor de 50 anos com uma vida não muito saudável, certo? Não é uma Madonna que corre e malha três horas por dia, seis dias por semana. Então, sim, Michael surpreende. E muito! Apesar de magro, ele não perdeu o jeito para a dança e realmente acompanha seus dançarinos, fortes e com metade de sua idade, em novos e antigos passos. Muita música deixa de empolgar por causa da falta da platéia. “Thriller”, minha favorita, vem meio descaracterizada e é um exemplo disso, mas não deixa de ser excelente. A coreografia antológica está lá junto com praticamente um clipe novo.

“Beat It” tem toda a vibe do ótimo clipe e “Black or White” perdeu um verso, mas manteve o gostoso rap. Até “Earth Song”, muito longe de ser minha favorita, ficou legal. “Human Nature” deve ser a mais fraca. Ele também canta “Billie Jean” com muita classe, muito ensaio e muita empolgação, “I Just Can’t Stop Loving You” e finaliza com “Man in the Mirror”. Algumas músicas podiam ficar de fora, pois um dos fatores mais legais do longa é a oportunidade de ver o cara ensaiar.

Michael sabe exatamente o que quer. Cuida de si e do palco ao mesmo tempo e controla – acredite – até os solos de guitarra. Sempre muito educado, não sobe a voz para ninguém, não se descontrola e faz de tudo para não parecer grosseiro, abençoando todo mundo e, na hora dos erros, explicando e confortando: “É por isso que a gente ensaia”.

Sabe aquela sensação de ter saudade de algo que nunca aconteceu? “This Is It” me deu isso. Teria sido um show absolutamente fantástico. O longa acaba deixando a morte dele ainda mais triste, mas a gente celebra a vida dele e se diverte ao mesmo tempo.

Anúncios

Um comentário em “É isso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s