Saber detalhes

A vontade honesta de dizer que eu gosto dos seus sapatos. A vontade reprimida de dizer o quanto gosto de você. Sentar no sofá enquanto você sai do banho. Um beijo na bochecha, outro no pescoço.

Eu não quero brincar de esconde-esconde. Quero falar de grandes ideias como se fosse uma receita de bolo. Tudo é passageiro mesmo. Quero empacotar minhas coisas – nada precioso, tudo sagrado – e te falar sobre um programa engraçado que eu vi na televisão e não precisar rir de todas as suas piadas.

Dizer o quanto eu amo seus olhos, seus cabelos, sua boca, seu nariz, seus pelinhos do braço. Saber detalhes. Onde você joga suas chaves quando entra em casa, que playlists tem no iPod, com que camisa velha você dorme, quem no trabalho te encheu o saco hoje. Assistir filmes ótimos! Assistir filmes péssimos! Ficar preocupado quando você se atrasa. Ficar feliz quando você chega mais cedo. Brigar pra pagar a conta.

Te segurar quando você estiver ansioso, com medo, com frio – mesmo que nunca esteja tão frio assim – sem precisar justificar meus atos.

Ficar me perguntando quem você é, e te aceitar mesmo depois de descobrir. Achar que eu sou a pior pessoa do mundo porque eu não dou o melhor de mim pra você e por que você não merece nada menos que isso. Falar a verdade porque você quer ouvi-la e ter coragem de ouvir as suas verdades.

Ser eu mesmo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s