Um almoço de domingo

– E o Fulano, como tá isso?

– Vou te falar como está isso: eu queria sair com o Fulano. Chamei pra sair e ele não podia, falou pra gente marcar na semana seguinte. Na próxima semana alguma coisa aconteceu e não rolou. Aí no fim de semana seguinte ele viajou. Enfim, do dia que eu decidi que queria sair com ele até o dia que realmente saímos passou, sei lá, 20 dias. Aí saímos. Foi legal, o café tava bom, o beijo foi gostoso. Aí chamei ele pra sair de novo mas ele tinha uma coisa de família. Aí chamei pra um cinema no dia seguinte e não dava pois ele ia trabalhar no final de semana.

– No escritório ou em casa?

– Em casa, freela. Enfim. Ele não faz esforço nenhum do lado de lá.

– Acontece.

– Ele é legal, mas não é especialmente interessante, nem especialmente bonito. Eu não devia estar correndo atrás dele. Ele devia estar correndo atrás de mim.

– Aí que está.

– O quê?

– Ninguém tem que correr atrás de ninguém. Se vocês estivessem interessados um no outro, vocês estariam juntos.

Fim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s