Coisas que donos de festa precisam parar de fazer

Era uma vez começou minha vida social. Saía muito, muito mesmo. Acalmava, ficava em casa um tempo, e depois voltava pros inferninhos. Teve um tempo que eu tinha uma festa de anos 90 com meus amigos. Mais ou menos uma vez por mês a gente lotava a boate (dias mais, dias menos) de gente legal querendo ouvir músicas legais e se revezava nas pick-ups. Sei bem como rola sangue, suor e lágrimas nos bastidores, mas a gente era jovem e ingênuo. Agora, aqui em São Paulo, tô vendo velho de guerra profissional da noite cometendo os mesmos erros, então falo com certa propriedade: essas são as coisas que donos de festa precisam parar de fazer.

Pagar seus DJs com consumação

O DJ pode ser, sei lá, o Avicii ou seu sobrinho que grava hits da Jovem Pan em MP3, pagar com cartela de consumo é o fim do mundo. Você teve algum motivo pra chamar ele: gosto musical, boa técnica de mixagem, popularidade nas redes pra convidar gente pro seu evento. Você acha mesmo que dois energéticos com vodca pagam isso?

Falar apenas quem vai tocar

A panelinha da noite cega as pessoas então deixa eu te dizer: o resto do mundo não tem nenhuma obrigação de saber quem são essas pessoas cujos nomes você colocou no flyer e o que elas tocam. Tem que divulgar quem vai tocar? Tem. Mas divulga junto com a proposta da festa e seus gêneros musicais, por favor. Talvez uns exemplos de artistas. E não tentem ser engraçadinhos colocando que o som vai ser “batuques lunares”, isso não diz nada, amigo.

Falar só das suas festas

Existe um mundo fora das cabines e do bar, sabia? É de bom tom ir na festa dos seus amigos, ir em eventos sociais que não são festas, chamar as pessoas para interagir com você num outro tipo de ambiente – restaurante, cinema, casa de amigos. As pessoas não são burras. É fácil identificar quem é seu amigo por interesse ou não. Toda conversa que você puxa é pra convidar o povo pra ir na sua festa? Que mala!

Achar que a festa é só de vocês

A festa tem que ser boa pra quem está pagando por ela, não apenas para seus donos. Tem que tocar e decorar o lugar de acordo com a expectativa que você criou nas pessoas na hora da divulgação. E tô pouco me lixando se a festa é B-DAY DO FULANINHO ou se você achou válido tocar músicas repetidas (já que o terceiro DJ da noite não se deu ao trabalho de chegar cedo e ouvir o set dos DJs antes dele!), ou obscuras, ou que não têm a ver com a proposta da festa. Seja profissional, isso é o mínimo, gente.

Fazer books

De novo: a festa é nossa. Abrir o álbum com as fotos da noite e ver 634839 cliques dos DJs e apenas meia dúzia de fotos da pista é pura depressão. Tenham moderação e/ou guardem as fotos de vocês para seus Facebooks pessoais.

tumblr_m59j8mcvjn1qmp1hto1_500

Né?

Tchau.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s