Homens de saia

Captura de Tela 2015-09-12 às 19.19.11
“Nem todo menino quer ser um soldado”

Há algum tempo mantenho um tumblr inspiracional chamado Dressed Boys. São inúmeras imagens de homens usando trajes que culturalmente dizemos que são apenas para mulheres. Eu seleciono as que eu acho mais bonitas – seja por pura estética ou por algum motivo político mesmo. Por causa desse site, uma jornalista do International Business Times me entrevistou para uma matéria muito interessante sobre o fim dos gêneros na moda. A matéria completa pode ser lida aqui. Mas como muita coisa ficou de fora e eu tinha todas as perguntas e respostas salvas no meu e-mail, resolvi traduzir para português a conversa e colocar aqui.

Laerte na capa da revista Bravo!

Eu amo seu blog. Há quanto tempo ele existe e o que te inspirou a cria-lo?

Obrigado! Eu o criei em setembro de 2011. Aqui no Brasil há um famoso (e genial) cartunista chamado Laerte que, um ano antes disso, tinha decidido posar como mulher na capa de uma revista. Na verdade, ele usava apenas brincos e unhas com esmalte, mas desde então ele começou a falar cada vez mais sobre crossdressing e como esse desejo lhe era comum. Com o tempo, incorporou mais e mais peças femininas e, hoje, Laerte se identifica como mulher. Ela mudou muito da minha própria percepção de gênero e quanto mais eu pesquisava sobre o assunto, mais imagens interessantes eu achava. Então eu quis criar um lugar para colecionar todas, e assim nasceu o tumblr.

Por que esse interesse em imagens de homens usando roupas que não são apenas calças/camisas? Por exemplo, por que você gosta de saias?

Primeiro pois eu acho bonito. É desafiador e sexy de um jeito não-óbvio. Acho que não só mostra que a pessoa está em contato com seu lado feminino, mas na verdade com ela mesma. E a dualidade me atrai também. E gosto de pensar que tudo ao nosso redor é apenas comportamento cultural, ensinado. Como cultura, a gente sempre está fazendo algo não necessariamente por gostarmos, mas pois foi o que aprendemos que é certo. Homens usavam roupas bem parecidas com vestidos e saias na Grécia antiga, por exemplo. As coisas mudaram, mas não se tornou “errado” homem usar saia, é só incomum, a gente pode trazer elas de volta. Eu conheço caras que experimentaram saias e acham que elas são muito mais confortáveis que, por exemplo, um skinny jeans.

IMG_0736
Eu usando salto pela primeira vez

Você acha que o jeito de se vestir dos homens modernos é limitado? Você usa vestido ou saias ou outras roupas femininas, acessório ou maquiagem?

Eu acho que o jeito de se vestir dos homens fica limitado por causa do contexto social. Se um cara vai trabalhar em um escritório mais careta com uma blusa pólo cor-de-rosa, é bem provável que os colegas de trabalho apontem e façam piadinhas com ele, o chamando de gay ou algo assim. Mas se o cara estiver em um show de metal, ele pode usar maquiagem e esmaltes pretos e ninguém vai falar nada. E se você usar salto alto numa Parada Gay o mais provável é que todo mundo te elogie.

Eu mesmo não uso muitas coisas femininas: lembro de ter passado batom em algumas festas, mas basicamente só isso. Mas de vez em quando compro roupas na parte feminina de certas lojas – as peças lá caem bem e têm mais variedades de textura e estampa. As seções masculinas podem ser meio tediosas.

Você mora no Brasil – tudo isso é mais aceitável por aí ou é um tabu como aqui nos EUA? (Eu vivo em Nova York e já morei em Nova Orleans. Aqui é um pouco menos “chamativo” do que seria, digamos, em certas parte do Texas)

É um super tabu. Eu acho que o Laerte está ajudando, fazendo as pessoas pensarem um pouco mais na questão, mas é um movimento lento em um grupo pequeno de pessoas considerando a população do país. É impossível sair de saia por aqui sem ser apontado ou incomodado por alguém na rua pelo menos uma vez. No tumblr, eu deixo aberto o link para quem quiser me enviar fotos que acharem. Mas melhor que isso, tem muitos homens de todas as partes do mundo que me enviam fotos deles mesmos usando saias ou salto, o que é bem legal. Mas reparei que quase nunca são fotos em público, eles estão sempre em casa sozinhos. Aqui em São Paulo, tenho amigos que usam salto e/ou maquiagem na noite, mas não são coisas do dia a dia deles. E é curioso pois no nosso Carnaval é quase que tradicional que homens se vistam de mulher, mas é apenas uma semana por ano e parece que nunca a festa traz discussões profundas sobre o tema – e acho que devia trazer. Nesse ano, por exemplo, tinha um cara vestido de princesa na rua e um grupo de gays passou do lado e mexeu com ele (acho que gritaram algo tipo “que princesa gata!”) e ele apelou, chamando os caras de bichas, viados, e palavras piores! É tão complicado… É muito confuso para heteros, que nunca tiveram que lidar com nenhum problema de identidade de gênero ou orientação sexual, terem que entender de uma vez casamento gay, transgêneros, crossdressing… É muita informação nova, muitas vezes sem nenhuma contextualização ou conhecimento prévio (pois nada disso é conversado por pais ou nas escolas), para quem nunca precisou pensar em nada que não o próprio umbigo. Eles confundem os conceitos, misturam, às vezes são preconceituosos até sem perceber. Você precisa repetir tudo de novo toda hora.

Rodrigo Faro

Você está vendo isso aparecer mais em revistas/blogs que você lê e segue?

Sim e amo isso! Sempre digo que programas de TV e revistas são caixinhas de estilos de vida. Então ter homens de saia nesses lugares ajuda a naturalizar essa escolha de roupas – mesmo que esses ensaios sejam com intuito de ser apenas ambíguo, do cara ainda ser “macho” por baixo da roupa de “mulherzinha”, sabe? De qualquer forma, é um passinho mais perto da formação de uma moda com gêneros menos definidos. E, o mais importante, liberdade e uma economia de questionamentos e dores e dinheiro de terapia para os homens que têm vontade de usar essas roupas e fazem escondido ou nem fazem – pois acham que isso significa que eles são doentes ou necessariamente gays.

Jaden Smith: o filho de Will Smith virou notícia ao aparecer frequentemente usando saia – inclusive no seu baile de formatura, ao lado da namorada

Então, você acha que homens que usam vestidos e saias são gays? Você acha que alguém como o Jaden Smith (que eu acho que é hetero) vai tornar isso mais aceitável.

Eu acho que a maioria dos homens que vemos de saia hoje em dia são gays, mas porque eles estão mais acostumados a brincar com os papéis de gênero, mais confortáveis em serem ousados, e se importam menos com a opinião alheia – eles já passaram por muitas coisas e piadinhas, o que vai ser uma a mais em troca de conforto?

Mas entendo que isso ajuda também a confundir os heteros. Eles pensam: “bom, Bruce Jenner usa vestido, mas ela é um mulher agora! Andrej Pejic se veste como mulher, mas ele realmente parece ser uma. Marc Jacobs usa saia, ah, mas ele é gay”. Entende? Não tem ninguém igual ele usando saia por aí – ainda. Eles sentem que têm algo a perder, como se ninguém fosse respeitá-los nunca mais como um homem hetero se ele passar batom uma vez. Por isso eu posto imagens de famosos no tumblr também: Brad Pitt, The Rock e todos os membros do Nirvana e do Red hot Chili Peppers já posaram usando vestidos e são todos heteros, que eu saiba. Eles mostram que é “ok to play”.

Anúncios

5 comentários em “Homens de saia

  1. Oi, tdo bm? Gostei do seu blog e da entrevista no blog. Moro no sul. Sou Crossdresser e homossexual desde pequeno. Nunca fui mt feminino, sempre fui um gay mais reservado no dia a dia e sempre tive esse fetiche de me vestir e tb me excito vendo homens + masculinos vestidos como mulheres. Comportamento “proibido” que causa até hj mt confusão pra mim, msm sendo gay. Tem dias que acho que isso será um conflito na minha cabeça, pois a sociedade nunca vai ser constituída desta forma…

    Abraços..

    Curtir

  2. Cláudioeste comentário expressando meus parabéns à matéria sobre o uso de saias e vestidos por homens. E, prosseguindo, quero dizer que, sobretudo neste ano de 2015, fiz isso em público com certa freqüência. Andei assim na rua por mais de dez vezes na cidade onde vivo e trabalho, no interior de Minas Gerais.

    Para mim é muito importante (mais ainda, fundamental) dizer que sou heterossexual e que, nesse sentido, minha realização afetiva se dá pelo encontro com mulheres de minha faixa etária (isto é, de 33 anos ou menos).

    Todos os modelos que tenho e uso são de corte liso e reto e cores sóbrias. As reações têm sido as mais variadas. Quem me sugeriu usar com freqüência foram, aliás, mulheres de idade semelhante à minha, as quais me fizeram ver que, usando com segurança, ainda que algum (ou significativo) escândalo causasse no começo, com o tempo as pessoas (e eu mesmo) se acostumariam. O olhar se acostuma, diziam-m
    Já vivi situações dissaborosas com isso. Numa delas, há poucos dias, estava de vestido no ônibus e uma senhora e a filha disseram ao motorista que eu estava, para usar palavras delas, “despido”. Motorista e trocador foram chamados por elas e me apresentaram a “situação desconfortável” que, segundo eles (e elas), eu estaria provocando entre os passageiros. Como dispunha de uma calça na mala, decidi colocá-la. Senti que todos estavam dispostos a entregar-me à polícia mesmo se eu simplesmente argumentasse. E mesmo considerando o comprimento do vestido (totalmente preto e reto), pouco acima dos joelhos.

    Em contrapartida, em outros casos fui elogiado por estar assim. Até mesmo a eventos religioscompareci assim nos últimos três meses (sendo um culto evangélico, cinco missas católicas e uma participação em novena de Natal católica) e, apesar de algumas risadas de lado (que eu sentia terem a mim com alvo) e que me deixaram bastante envergonhado, contei com manifestações de apoio que em momento algum me pareceram forçadas.

    O que senti, em resumo, foi que aos poucos o povo pode se acostumar, sim. Sinto-me sozinho no sentido de não ter encontrado ainda outros homens dispostos a incorporar em seu cotidiano o uso de saias ou vestidos. Mas, no sentido rigoroso do termo, sozinho não me sinto mais. Mulheres em significativo número têm apoiado explicitamente minha iniciativa.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s