Eu também existo quando você não está solitário ou com tesão

– Sumido.
– Opa!
– Tá em casa?
– Onde vc tá?

Quando o celular apita e uma dessas mensagens chega, eu já sei de quem é e o que a pessoa quer. E a culpa é minha por elas insistirem em chegar. Eu deixei que elas chegassem, eu respondi muitas delas, eu achava que queria a mesma coisa.

Mas, nas últimas vezes, minha certeza foi diminuindo. “Quero mesmo?”, pensava quando via a mensagem. “O que eu estou fazendo?”, indagava enquanto estava dentro do táxi ou arrumando minha casa. E minha reação quando tudo acabava confirmava que eu não queria e que eu não sabia o que estava fazendo: eu simplesmente ia ouvir música ou ver televisão, ficava inquieto querendo ir embora ou expulsar a pessoa daqui. Por poucos minutos de prazer, esquecia quem eu era. E no fim, quando eu lembrava, já era tarde demais.

Sexo eu tenho daqui até a China e com pessoas que eu até acho muito gostosas, atraentes, e boas de cama. Alguém pra me dar a mão num filme de terror, não. Alguém que comprou um chocolate por ter lembrado que era meu favorito quando viu ele na fila do mercado, não. Alguém que queira saber de verdade como foi o meu dia, não. Alguém que saiba qual meu gosto em música, não. Alguém que queira conversar sobre reencarnação de madrugada bebendo vinho, não. Alguém que compartilhe e me faça compartilhar, não. Alguém que se arrisque ao me ver me arriscar, não. Alguém que me ouça e me dê palpites, não. Alguém que me ame por tudo que sou e não só por algumas partes de mim, não.

Talvez você não saiba, imagine, ou nem pense nisso, mas eu também existo quando você não está solitário ou com tesão.

Screen Shot 2016-06-18 at 22.41.14
Foto: @gabrielkdt

Assine nosso canal no YouTube 🙂

Anúncios

91 comentários em “Eu também existo quando você não está solitário ou com tesão

  1. Esse texto mexeu muito comigo, passei por uma situação igualzinho a relatada no texto e após terminar a leitura dele, sinto que preciso tomar um rumo na minha vida, e olha que se fosse por causa de padrões com foi sitado aí em cima ele nunca me deixaria, pois quando chegamos nos lugares as pessoas me perguntam por você namora um cara desses, respondo por ama-lo daí alguns dizem agora entendo, um cara de sorte ele, vocês devem ser muito feliz, e fico imaginando comigo mesmo quem dera se existisse a reciprocidade de um para com o outro, e cansei sabe de querer fazer tudo pra fazer com que ele percebesse que quero algo muito além de seco!

    Curtir

  2. Oi, Gabriel! Adorei a forma como você colocou em palavras aquilo que muita gente (eu, inclusive) sente ou ainda vai se dar conta… É um vazio enorme que percorre os nossos corpos depois deles serem feitos carne (se é que me entendem, e eu sei que me entendem…). Os aplicativos foram criados para aproximar, mas no final das contas estão afastando cada vez as pessoas umas das outras… E delas si mesmas… É tempo de se curtir, mandar nudes e não se interessar por uma mente, mas por um corpo… Triste, mas real…

    Curtir

  3. A real é que dá pra ter esse companheirismo mesmo sem namorar, só que não adianta ter parceiros só de foda; tem que construir amizades, também. Abrir-se e escutar o outro para que ambos entendam as necessidades de cada um. Às vezes a gente não quer conversar – está num dia merda e só precisa de alguém pra trepar – e isso não tem que ser um problema, contanto que o colega também partilhe dessa intenção.

    Com o tempo, você sabe pra quem ligar quando quiser ter x ou y; mas saiba dar alternativas a eles se quiser tê-las também. Afinal, às vezes o filósofo precisa só de uma chupada e o pinto amigo, de uma conversa.

    De qualquer maneira, já que o autor parece não ter encontrado isso (ainda), ao menos percebeu que o que tinha não lhe estava fazendo bem. Já é um grande passo.

    Parabéns pelo texto.

    Curtir

  4. A real é que dá pra ter esse companheirismo mesmo sem namorar, só que não adianta ter parceiros só de foda; tem que construir amizades, também. Abrir-se e escutar o outro, para entender as necessidades de cada um. Às vezes a gente não quer conversar – está num dia merda e só precisa de alguém pra trepar – e isso não tem que ser um problema, contanto que o colega também partilhe dessa intenção.

    Com o tempo, você sabe pra quem ligar quando quiser ter x ou y; mas saiba dar alternativas pra eles se quiser tê-las também. Afinal, às vezes o filósofo precisa de uma chupada e o pinto amigo precisa de uma conversa.

    De qualquer maneira, já que o autor parece não ter encontrado isso (ainda), ao menos percebeu que o que tinha não estava lhe fazendo bem. Já é um grande passo.

    Parabéns pelo texto.

    Curtir

  5. Complicado que a gente nunca aprende😢 sempre vai existir um “oi ta fazendo o que aí? ” atras de uma segunda intenção.
    Cansado.
    Mas to aqui esperando e deixando as coisas acontecerem com alguém que queira algo além de sexo.

    Curtir

  6. Interessante os relatos de muitos aqui concordando com o texto
    Mas será que todos se dão a oportunidade de conhecer alguém além do sexo avulso?
    Será que não existe um comodismo ai, que só querem que o outro tome a iniciativa? Mudar a atitude quando recebe uma mensagem. Ao invés de cama, mude o convite para uma sessão seriado? Ou mude a hora do encontro, em vez de ser a noite, mude para a tarde vão caminhar no parque ou pela cidade
    O que falta é conseguir mudar essas atitudes acomodadas e parar de ficar sentado esperando cair nas mãos

    Curtir

  7. Adorei o texto. Relata situaçoes da vida real, onde as pessoas perderam a visao de essencia, so veem as pessoas como um corpo, que alem disso ainda tem que ser dentro dos padroes que a sociedade impoe para chamarem atencao. Uma triate realidade, mas que pode servir e exemplo pra muita gente que se viu nesse texto como eu mesmo por exemplo.

    Curtir

  8. “Sexo eu tenho daqui até a China e com pessoas que eu até acho muito gostosas, atraentes, e boas de cama.” É essa, normalmente, a diferença entre homens e mulheres que, em uma boa dose, os fazem como são.

    Curtir

  9. Nossa esse texto e perfeito ,tenho passado por uma situação que eu devia agir pela razão ,mas só tenho agido pela emoção e isso tem acabado comigo,pois o sentimento e verdadeira da minha parte ,já da dele asa vezes tenho dividas ,muito complicado!

    Curtir

  10. Apenas vamos acordar e separar sentimento de tesao. Quem tem tesao em voce nao ama vc. Assim como os que gostam podem nao ter atracao nenhuma. Amor nao e so tesao ou momentos alegres.. e algo muuuito alem q exige um milhao de motivos para acontecer.

    Curtir

  11. Eu já notei há muuuuito tempo que quem mais choraminga por solidão é quem é mais “seletivo” quando procura por alguém. Tem que ser negão, tem que ser branquinho, tem que ser fortão, altão, pra me passar proteção, tem que ser baixinho, magrinho, pra eu sentir que tô protegendo, tem que saber isso, tem que ter morado em tal lugar, tem que ter estilo X ou Y….
    Quer ser amado como é? ENTÃO ENXERGUE E AME AS PESSOAS COMO ELAS SÃO que a solidão desaparece.
    Um mínimo de bom senso e todo mundo vai perceber que a raiz do problema está na vaidade, orgulho purinho. Vamos evoluir, manxs…

    Curtir

  12. discordo, pois a maioria (REDE SOCIAL) posta foto quase escancarado em uma pose de fácil acesso, e ainda sai dizendo que quer algo mais sério, cada qual faz oq quer, mais sabemos que pessoas em fotos nada oferecido são mais visitadas por pessoas que desejam o mesmo, qndo nos veem como pedaço de carne é pq nos mostramos como um pedaço de carne.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s